Usuários do Gmail podem ter seus dados lidos por outras empresas

O Wall Street Journal fez uma matéria bem interessante e extensa, sobre o que o Google está fazendo sobre como impedir que outras empresas leiam o conteúdo das mensagens do Gmail de todo o mundo, já houve um escândalo parecido envolvendo o Facebook com a Cambridge Analytica por estar usando os dados dos usuários indevidamente.

O Google dá liberdade total para que os aplicativos analisem o conteúdo dos emails sendo que em alguns casos existe até um abuso onde algumas empresas relatam que colocaram funcionários para ler conversas de usuários já o Google disse que ano passado não vai mais utilizar seus sistemas para fazer esse tipo de analise alimentar anúncios, uma grande notícia positiva para a privacidade de todos que utilizam o Gmail.

Sabe aqueles termos de uso e privacidade que você não lê, ali pode estar incluso uma informação de que você não precisa dar permissão explícita para tenham permissão para analisar suas informações as empresas de fazem esse tipo de análise se defendem dizendo que são máquinas que fazem essa análise por serem dados delicados na qual seres humanos não fazem esse trabalho.

Da mesma forma que aconteceu com o Facebook sendo que houve a exploração feita pela Cambridge Analytica, para quem não sabe os aplicativos de terceiros se conectam ao Gmail e fazem o escaneamento das informações.

Vejam os dados que são coletados:

Informações do destinatário: nomes e endereços de email são trocados por códigos numéricos e são ligados a informações demográficas como idade e localização;
Informações do remetente: os remetentes recebem pontuações de reputação com base na probabilidade de que seus e-mails sejam abertos;
Assunto: Vários assuntos de email são testados para analisar quais recebem mais cliques;
Tempo: Analisar quando os e-mails são abertos ajudam a descobrir qual é a melhor hora de disparar um email;
Texto: As sentenças do email são analisadas por software (normalmente) para compreensão de conteúdo ;
Assinaturas: Informações de contato como número telefônico e endereço podem ser usados para criar um banco de dados;
Recibos: Se um recibo for enviado para seu email, a informação pode ser usada para descobrir tendências de preços para um determinado produto e o que está vendendo mais.

Os desenvolvedores utilizam de foram indevida os aplicativos aproveitando a brexa deixada pelo Google que diz possuir uma série de regras para evitar que os aplicativos acessem a caixa de mensagens evitando na teoria o abuso.

 

Fonte: Olhardigital e  Wall Street Journal

03

Sobre a Webglobe
A Webglobe realiza a gestão da infraestrutura de tecnologia de empresas, alinhando a tecnologia com os negócios dos nossos clientes para gerar melhores resultados.

Nosso fluxo de trabalho é baseado em processos e nossa gestão é apoiada nas boas práticas de ITIL e COBIT, permitindo entregar serviços gerenciados de tecnologia com qualidade, segurança e previsão de investimentos.

Visite: webglobe.com.br